Tag Archive | Vitorino Nemésio

Grandes livros – ‘Mau tempo no Canal’

Anúncios

Livros na estante – ‘Mau tempo no Canal’

mau-tempo-canal

«Creio que o isolamento de cada ilha açoreana dá lugar à constante presença de um fantástico individual, que percorre de um modo exemplar o romance de Nemésio, desde a personagem mais singela até à de maior complexidade. Fantástico individual que está em luta aberta contra um maravilhoso coletivo. Assistimos a um descer dentro de cada um, como se dentro de si pisassem os degraus da escada em curva – perfeita sucessão de serpentes cegas – que levam, na geografia insular, ao lago subterrâneo da ilha Graciosa; a única das cinco ilhas centrais que as páginas de Mau Tempo no Canal não contemplam.»

Do prefácio de João Miguel Fernandes Jorge.

Escritor do mês

Vitorino Nemésio

Vitorino Nemésio

Vitorino Nemésio Mendes Pinheiro da Silva nasceu nos Açores,( ilha Terceira), a 19 de Dezembro de 1901 e faleceu em Lisboa a 20 de Fevereiro de 1978. Foi um poeta, escritor e intelectual que se destacou como romancista, autor de ‘Mau Tempo no Canal’, e professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 1916 fundou a revista Literária «Estrela d’Alva» .

Já não escreverei romances
Nem contos da fada e o rei.
Vão-se-me todas as chances
De grande escritor. Parei.
Mas na chispa do verso,
Com Marga a aquecer-me,
Já não serei disperso
Nem poderei perder-me.
Tudo nela é verbo e vida;
Xale, cílio, tosse, joelho,
Tudo respinga e acalma.
Passo, óculos, nada é velho:
Quase corpo, menos que alma.
Já não lavrarei novelas,
Ultrapassado de ficto:
A vida dá-me janelas
A toda a extensão do dicto.
Mas sem elas, mas sem elas
(As suas mãos) fico aflito.

Vitorino Nemésio, in “Caderno de Caligraphia e outros Poemas a Marga”

Os folhetos sobre o escritor/poeta do mês encontram-se na biblioteca, como é habitual.