Tag Archive | carlos drummond de andrade

Poeta do mês

Cerâmica

Os cacos da vida, colados, formam uma xícara.

Sem uso,

ela nos espia do aparador.

Anúncios

Poeta do mês

poeta do mês de outubro

Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira, Minas Gerais, a 31 de Outubro de 1902 e faleceu a 17 de Agosto de 1987 no Rio de Janeiro. Seus antepassados, tanto do lado materno como paterno, pertencem a famílias de há muito tempo estabelecidas no Brasil. Estudou em Belo Horizonte, no Colégio Arnaldo, e em Nova Friburgo com os Jesuítas no Colégio Anchieta. Formado em farmácia, fundou “A Revista”, para divulgar o modernismo no Brasil. Em 1925, casou-se com Dolores Dutra de Morais, com quem teve uma única filha, Maria Julieta Drummond de Andrade.

No mesmo ano em que publica a primeira obra poética, «Alguma poesia» (1930), o seu poema Sentimental é declamado na conferência «Poesia Moderníssima do Brasil». Durante a maior parte da vida, Drummond foi funcionário público. Começou a escrever cedo e continuou até ao seu falecimento, doze dias após a morte de sua filha. Além de poesia, produziu livros infantis, contos e crónicas.

       Drummond já foi retratado como personagem no cinema e na televisão, teve sua efígie impressa nas notas de NCz$ 50,00 (cinquenta cruzados novos) em circulação no Brasil entre 1988 e 1990.Actualmente, também, há representações em Esculturas do Escritor, como é o caso das estátuas ‘Dois poetas’, na cidade de Porto Alegre, e também ‘O Pensador, na praia de Copacabana no Rio de Janeiro, além de um memorial em sua homenagem da cidade de Itabira.

 

‘O poeta do mês’ – atividade desenvolvida pela professora Inês Rodrigues.